Estado psicofisiológico caracterizado pelo enrijecimento dos membros e impossibilidade passageira de mover o corpo humano, estando a pessoa lúcida e dentro do corpo. A catalepsia projetiva, passageira e inofensiva, não deve ser confundida com a catalepsia física. Esse fenômeno ocorre devido à coincidência incompleta entre o corpo físico e o psicossoma, no momento da saída do corpo (decolagem) ou no momento do retorno ao corpo físico após uma experiência fora do corpo. Recomenda-se à pessoa, ao se perceber em estado de catalepsia projetiva, manter a tranqüilidade e buscar mover uma mínima parte do corpo, como um dedo, a língua ou respirar mais profundamente. A pessoa pode, também, aproveitar o estado de minidescoincidência e buscar se projetar com lucidez.