Bioenergias e qualidade de vida

As Bioenergias estão presentes em todas as formas de vida, desde as animadas, ou os seres vivos, até as inanimadas, a exemplo do sol, terra, água. Qualidade de vida é o conceito usado para definir as condições de vida do ser humano. Envolve o bem-estar físico, mental e emocional.

Segundo as ciências a Projeciologia e Conscienciologia, há duas realidades no universo: a consciência e a energia. A consciência é cada um de nós, a individualidade que não pode ser medida, mas estudada através de suas manifestações. Tudo que não é consciência é energia. A consciência utiliza a energia para se manifestar independente do tempo ou do espaço. Para a energia não existe distância.

As energias chegam ao local onde estamos. Elas estão dispersas no universo mesmo sem serem percebidas de forma consciente. Muitos as percebem de forma intuitiva. Os seres humanos absorvem energia vital e as qualificam produzindo pensamentos e emoções, o que as transforma em energia consciencial. Nós produzimos informações bioenergéticas quando pensamos e sentimos.

As bioenergias interferem em nossas vidas por sermos um sistema semiaberto. Recebemos e trocamos energias com o meio em que vivemos. As fontes mais conhecidas de bioenergias são os alimentos, as plantas, o sol, o mar e o ar que respiramos. É a energia imanente que está por toda parte de forma difusa. A energia está em constante absorção pelos seres vivos e tem recebido diferentes nomes em diversas culturas.

Há relação das bioenergias com o cansaço físico e mental, irritabilidade, mal-estar súbito, agressividade sem causa aparente e desconfortos generalizados. São condições geradas ou que predispõem às descompensações energéticas, perdas geralmente ocasionadas por processos emocionais, os quais geram desequilíbrio e desperdício de energia.  Exemplo disso é quando uma pessoa se sente extremamente cansada após discussão acalorada ou geradora de sentimentos negativos, como mágoa, ciúmes e ressentimentos.

Possuímos um campo energético que, entre outras funções, revitaliza o corpo físico. No âmbito das energias, raramente alguém se mantém neutro todo o tempo: doamos e recebemos energias constantemente através dos chacras que sustentam esta estrutura energética. O indivíduo que ainda não aprendeu a lidar com seu sistema vive com bloqueios, dificultando seu desempenho nas interações.

A perda total de interesse pelo trabalho é característica de um profundo desgaste de energia, muito comum em profissionais dedicados, exigentes consigo e com manias de perfeição, comum nas áreas da saúde e educação e aos que se dedicam a cuidar dos outros.

Pautada na experimentação e na aceleração evolutiva – o que configura seu ineditismo e diferenciação das demais linhas de conhecimento – a Conscienciologia prioriza a evolução a partir do esforço pessoal, inserido em amplo mecanismo assistencial.

O domínio das energias amplia a condição de lucidez do indivíduo que se predispõe a qualificar sua vida. O comando ocorre através do impulso da vontade pessoal de mobilizar as energias mais sutis, diferenciando-as das vibrações lentas do corpo humano. Entender e dominar as energias é caminho para uma vida com mais equilíbrio, saúde consciencial e maior satisfação intima.

 

Tânia Santos é esteticista com pós-graduação em Dermoestética, pesquisadora, docente e voluntária do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC), instituição de educação e pesquisa científica, laica, sem fins lucrativos.