1941. Ciências. A sistematização de informações sobre as ciências Projeciologia e Conscienciologia teve início com as pesquisas independentes do médico brasileiro, Waldo Vieira, projetor consciente desde os 9 anos de idade. Ainda na adolescência, o pesquisador organizou uma biblioteca especializada em fenômenos parapsíquicos, com mais de 1200 volumes anotados em 5 idiomas, dentre eles a projeção lúcida ou a experiência da consciência para fora do corpo físico e as bioenergias.

1981. Projeciologia. A Projeciologia foi proposta na condição de ciência por Waldo Vieira em 1981, com a publicação do livro Projeções da Consciência – Diário de Experiências Fora do Corpo Físico. No mesmo período, na cidade do Rio de Janeiro, foi criado o Centro da Consciência Contínua (CCC), grupo informal de pesquisa que reunia pesquisadores pioneiros interessados no estudo da projeção consciente e das bioenergias utilizando o neoparadigma científico proposto por Vieira, o paradigma da consciência ou consciencial.

1986. Tratado. Para consolidar a proposta da Projeciologia, em 1986 foi publicada a obra considerada o mais completo tratado sobre projeção consciente, fruto de 19 anos de trabalho. O livro Projeciologia: Panorama de experiências da consciência fora do corpo humano, com 900 páginas e 1907 referências bibliográficas com Edição do Autor,  teve 5.000 exemplares distribuídos gratuitamente aos interessados e às bibliotecas de diversos países.

1988. IIP. A publicação do tratado Projeciologia, de referência internacional, foi o agente catalisador da fundação do Instituto Internacional de Projeciologia (IIP), em 16 de janeiro de 1988, que absorveu as atividades do CCC no Rio de Janeiro. Instituição científica pioneira nos estudos e pesquisas da projeção consciente, laica, universalista, sem fins de lucro, desde a sua criação contou com equipe de voluntários das mais diversas áreas profissionais no Brasil. As atividades parapedagógicas desenvolvidas nos laboratórios-escola do IIP nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo, logo foram estendidas às principais cidades brasileiras e posteriormente, do Exterior.

1992. Expansionismo. A expansão da Projeciologia para outros países iniciou-se pela Argentina, com a implantação do Centro Educacional de Autopesquisa IIPC na Capital Federal, Buenos Aires. Na oportunidade, o IIPC levou a sua representatividade a outros diversos países da América do Norte e da Europa.

1994. Conscienciologia. O crescente interesse pela Projeciologia justificou a publicação de um novo tratado em 1994. Nele a Conscienciologia surge na condição de campo científico específico para o estudo integral da consciência, agente do fenômeno projetivo. A obra 700 Experimentos da Conscienciologia, resultado de quase 4 décadas de pesquisas foi lançado no Brasil e na Feira do Livro de Frankfurt, Alemanha. Com o lançamento do novo livro o IIP expande a sua razão social para Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC).

1995. CEAEC. A partir do grupo de pesquisas (GPC) Socin Conscienciológica, os colaboradores do IIP fundaram a Cooperativa de Colaboradores do IIP e o Centro de Altos Estudos da Consciência (CEAEC). Posteriormente, o Campus CEAEC, como se tornou conhecido em nível internacional, também mudou a sua razão social para Associação do Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC).

1998. UPF. Em 25 de maio de 1998 o IIPC foi reconhecido como instituição de Utilidade Pública Federal(UPF) pelo governo brasileiro, através de Decreto publicado no Diário Oficial da União (Dou 26.05.98).

1999-2001. Direção. Em dezembro de 1999, Waldo Vieira deixa a presidência do IIPC, função mantida por mais de 1 década e transfere a direção do Instituto para o médico Alexander Steiner, pesquisador e co-fundador do IIPC. Em 2001, passando a dedicar-se inteiramente às pesquisas e à elaboração da Enciclopédia da Conscienciologia, Vieira transferiu sua residência para a cidade de Foz do Iguaçu, PR.

2004. Transferência. O IIPC manteve sua representação em Buenos Aires, Argentina e em 2004, estendeu suas atividades técnico-científicas para a cidade de Montevidéu, Uruguai.  No mesmo ano, transferiu a sua sede matriz do Rio de Janeiro, para Foz do Iguaçu, PR, contribuindo para a consolidação do campus de pesquisa já implantado pelo CEAEC. O complexo científico formado por outras novas Instituições Conscienciocêntricas (ICs) já instaladas na Tríplice Fronteira (Trifron), formou o Bairro Cognópolis. Em outubro do mesmo ano, o IIPC renova sua estrutura organizacional e pessoa jurídica para atender à nova legislação brasileira, transformando-se em Associação.

2006. Coordenação. Em fevereiro de 2006, Alexander Steiner passa a direção do IIPC para o economista Marcelo Silva, professor universitário e pesquisador que assume a coordenação-geral. No mesmo ano foram iniciadas as atividades parapedagógicas na cidade de Luanda, Angola, no continente africano.

2007-2008. Megafoco. Com a realização do I Congresso Internacional de Parapedagogia (ICIP)/ IV Jornada de Educação Conscienciológica, em junho de 2007, o IIPC fortalece as diretrizes institucionais (materpensenes), transferindo a matriz da parapedagogia para nova IC, Reaprendentia, nascida do seu Colegiado de Educação. Com o megafoco na Projeciologia e no Empreendedorismo evolutivo interassistencial que marca as suas realizações desde a fundação, o IIPC e seus voluntários dão início ao processo de descentralização administrativo-financeira estendido a mais de uma dezena de Centros Educacionais de Autopesquisa IIPC, situados no Brasil e no Exterior.

2009-2010. Projetos e Programas. Em fevereiro o educador e engenheiro pesquisador, Frederico Ganem recebe a função de coordenador-geral das mãos de Marcelo Silva. Na atual gestão, os principais projetos do IIPC estão focalizados na materialização do Campus de Projeciologia na Cognópolis de Foz do Iguaçu, PR e na retomada de expansão das unidades nacionais e internacionais. Em função da posição geopolítica estratégica trinacional, o IIPC dará continuidade às parcerias educativo-científicas com os países vizinhos através dos seus Programas Parassociais (PPs), já atuantes no Paraguai, Argentina e Peru, visando a expansão da Projeciologia no Planeta.

Minibiografia – Waldo Vieira

Nascido em 12 de abril de 1932, em Monte Carmelo, Minas Gerais, Brasil, Waldo Vieira é formado em Medicina e Odontologia pela Universidade de Uberaba, MG.

É autor de 4 tratados, mais de 20 livros e centenas de artigos publicados em diversos periódicos científicos no Brasil e no Exterior. Com autoridade científica reconhecida, o pesquisador da consciência, projetor lúcido e parapsíquico Waldo Vieira é membro das mais importantes associações internacionais para pesquisa parapsíquica do mundo.

Há mais de meio século, Vieira vem desenvolvendo técnicas eficazes propostas aos pesquisadores e estudiosos interessados, para promover a projeção consciente voluntária e o domínio das bioenergias. Sua biblioteca pessoal, com mais de 65 mil obras, uma das mais extensas do mundo nestes temas, foi integralmente doada para criação da Holoteca, alocada no Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC) diariamente aberta à comunidade.

Apoiado na experiência pessoal e com a formação científica na área da Medicina, Waldo Vieira propôs as ciências Projeciologia e Conscienciologia, que hoje é desdobrada em mais de 300 especialidades para investigar as manifestações multidimensionais da consciência através das bioenergias.

Em 1988, Waldo Vieira, juntamente com um grupo de pesquisadores, fundou na cidade do Rio de Janeiro, Brasil, o Instituto Internacional de Projeciologia (IIP), que em 1994 transformou-se em Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC), instituição de educação e pesquisa sem fins de lucro, laica, voltada ao estudo e à divulgação das neociências. Em 1995 foi co-fundador do Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC) em Foz do Iguaçu, PR.

Atualmente o cientista-autor Waldo Vieira reside em Foz do Iguaçu, PR, Brasil, materializando com o trabalho de diversas equipes especializadas, a Enciclopédia da Conscienciologia, que reúne milhares de verbetes referentes ao amplo universo de pesquisas da consciência. Os textos são debatidos diariamente, ao vivo e on line com o autor, de modo interativo, no Brasil e no Mundo. Para saber mais, acessar as Tertúlias Conscienciológicas no site www.tertuliaconscienciologia.org.